PAULO CÂMARA LIVRE DAS AMARRAS

Depois de um governo entre a influência da lembrança de Eduardo Campos, com forte crise, mesmo assim, o governador Paulo Câmara, conseguiu atravessar este período mantendo a folha em dia, e os serviços do estado. De certa forma difícil, mas, funcionando, tendo problemas com os fornecedores. Mesmo assim conseguiu se reeleger,  sem apoiar Jair Bolsonaro.
E nesta nova fase, fez uma mudança profunda e necessária no seu secretariado, sem desprezar aliados mas colocando cada um no seu tamanho. Ele trouxe sangue novo como Bruno Schwambach, jovem empresário de visão humanista e social, que estava a serviço da Prefeitura do Recife, como também Fernanda Batista para Infraestrutura que fez um excelente trabalho nesta área da PCR. De lá veio também Alexandre Rabelo, que assume o Planejamento.
Segurança e Educação ficaram com seus atuais secretários a Área Social, será entregue ao presidente do PSB, Sileno Guedes, como também Ciência e Tecnologia, que foi para o deputado Aluísio Lessa.
Secretaria da Fazenda, será exercida por um secretário fazendário de formação, Décio Padilha, secretário conhecido pelo diálogo com a classe empresarial, na Cultura foi buscar a experiência de Gilberto Freire Neto, com larga experiência na Cultura, ele foi o coordenador do Projeto Cais do Sertão.
Outra área, será dinamizada no governo, a de combate as drogas ficará com o atual secretário de políticas sociais, Agricultura ficará nas mãos do ex tudo Dílson Peixoto, a Secretária do Trabalho, ficará com o PDT, dos deputados Wolney Queiros e José Queiros.
Para o Turismo, o convocado foi o deputado estadual Rodrigo Novais do PSD, Desenvolvimento Econômico, ficou com Bruno Schwambach , a Secretaria de Administração ficou com o fiel escudeiro do governador José Neto, a Casa Civil foi entregue ao ex-deputado Ílton Mota, o Transportes ficou com o grupo do senador eleito Jarbas Vasconcelos, como também Habitação, que será fundida com Transportes, Meio Ambiente, ficará com a vice-governadora luciana Santos, com este novo secretariado, o governador bota sangue novo na equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS