NÃO VOU DAR ESSE PRESENTE PARA ELES, DIZ DILMA AO NEGAR RENÚNCIA

Mesmo com o julgamento final de seu processo de impeachment no Senado chegando ao fim, a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) afirmou ontem em entrevista no SBT, que não tem a menor intenção de renunciar ao mandato.
“Não tenho a menor intenção de, em nenhum momento, renunciar. Não dou esse presente para eles”, afirmou a petista na entrevista, em referência ao grupo do presidente em exercício Michel Temer (PMDB), a quem chamou de “usurpador golpista”.
Embora aliados de Dilma digam que ela já dá seu impeachment como certo, a presidente afastada declarou que lutará “até o fim” para se manter no cargo. “Realisticamente, lutarei até o fim”, disse. “Jamais eu jogo a toalha”.

IMAGEM_NOTICIA_5

STF MARCA JULGAMENTO CONTRA GLEISI HOFFMANN E PAULO BERNARDO

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para terça-feira (30) o julgamento sobre denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.
Em maio, Gleisi e Bernardo foram denunciados ao Supremo sob a acusação de terem recebido R$ 1 milhão para campanha da senadora em 2010. De acordo com depoimentos de delatores na Operação Lava Jato, o valor é oriundo de desvios de contratos da Petrobras. Ambos foram citados nas delações do doleiro Alberto Youssef.

GLEISI

GOVERNO VAI SEGURAR REAJUSTES DE SERVIDORES

O ministro da Secretaria de Governo da Presidência, Geddel Vieira Lima, defendeu que os reajustes salariais de servidores públicos deixem de ser analisados neste momento pelo Congresso Nacional para que sejam priorizadas medidas econômicas. Após participar de almoço com o presidente interino Michel Temer e lideres partidários na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (PMDB-RJ), Geddel afirmou que o país “precisa aprovar suas reformas estruturantes”.

REAJUSTE

JUSTIÇA BLOQUEIA BENS DE 30 MÉDICOS DO SAMU QUE RECEBERAM SEM TRABALHAR

A Justiça Federal decretou a indisponibilidade de bens de 30 médicos acusados de fraudar plantões do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e receber sem trabalhar, segundo a Procuradoria da República, causando um prejuízo de pelo menos R$ 617 mil aos cofres públicos do município de Anápolis com 366 mil habitantes do interior de Goiás. Onze dos envolvidos continuam trabalhando como servidores da prefeitura local. Se a moda pega, vai ter muito médico tendo que ser internado.

samu

CÂMARA APROVA MP QUE PRORROGA MAIS MÉDICOS POR MAIS 3 ANOS

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem, a Medida Provisória 723/16, que prorroga, por MAIS três anos, o prazo de atuação dos médicos do Programa Mais Médicos. O texto beneficia profissionais brasileiros formados no exterior e estrangeiros que trabalham no programa sem diploma revalidado no país. A matéria será votada ainda pelo Senado.
A MP, editada pela presidente afastada Dilma Rousseff, também prorroga por igual período o visto temporário concedido aos médicos intercambistas estrangeiros inscritos no programa do governo federal.

+ MÉDICOS

INFORMAIS NO MERCADO DE TRABALHO CHEGA A 10 MILHÕES NO PAÍS

Com a recessão, o número de trabalhadores que recorrem à informalidade para garantir a sobrevivência chega hoje a 10 milhões, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a Pnad Contínua, compilados pela Fundação Getulio Vargas. As estatísticas mostram que a quantidade de brasileiros que trabalha sem carteira de trabalho assinada tem crescido nos últimos meses. No início deste ano, eram 9,7 milhões.

FEIRINHA

NADADOR RYAN LOCHTE PERDE TODOS SEUS PATROCINADORES

Ontem o nadador Ryan Lochte perdeu seus quatro patrocínios (todos), após a mentira criminosa criada na Olimpíada da Rio-2016, quando inventou um assalto. Além da Speedo, que foi a primeira a anunciar a decisão de rescindir o contrato com o atleta por não concordar com a conduta do norte-americano, a Ralph Lauren, a Syneron Candela e por fim a Airweave seguiram pelo mesmo caminho. A Speedo era uma das maiores patrocinadoras do atleta há mais de dez anos.

nadador mentiroso

EXECUTIVOS DA ODEBRECHT DIZEM TER DADO R$ 100 MILHÕES AO PT

Executivos da Odebrecht disseram em tentativa de delação premiada que a empresa pagou pelo menos R$ 100 milhões em propina para o PT em negociações intermediadas pelo ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Os repasses teriam sido realizados por meio do Setor de Operações Estruturadas da holding, chamado pelo Ministério Público Federal (MPF) de “escritório de lavagem e pagamento de propina”. De acordo com o relato dos executivos, a maior parte dos pagamentos teria sido feita em troca de benefícios obtidos nos últimos anos graças a projetos como a desoneração da folha de pagamentos e a redução de imposto de renda sobre o lucro de empresas brasileiras no exterior.

guido-mantega-1-620x373

MONICA MOURA JÁ HAVIA CITADO GUIDO MANTEGA

Até a revelação de que pagamentos intermediados por Mantega eram contrapartida por benefícios fiscais obtidos pela Odebrecht, o ex-ministro havia sido mencionado por Monica Moura apenas como intermediário de caixa 2 para campanhas eleitorais do PT. A primeira versão da delação da mulher de João Santana foi recusada pela força tarefa da Lava-Jato, no início deste ano. No entanto, ela voltou a negociar com os procuradores depois que o marido, João Santana, decidiu também fazer acordo. Na época, por meio de seus advogados, Mantega reconheceu ter mantido encontros com Monica, mas sem ter tratado de contribuições financeiras.

Monica-Moura-presa