TEMER SE MUDA DE MALA E CUIA PARA O PALÁCIO DA ALVORADA

Confiante e sem medo de ser despejado, o presidente Michel Temer já está morando no Palácio da Alvorada. A mudança foi feita, e este foi o primeiro fim de semana que o presidente, a primeira-dama Marcela, que deve estar vibrando de alegria, já que vai ter oito quartos para sumir dentro de casa e o filho Michel que curtiram a residência oficial da Presidência da República. Temer está se sentido o próprio presidente eleito pelo voto popular com direito a tudo.

DELAÇÃO DA ODEBRECHT CITA OUTRO MINISTRO DE TEMER

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, negociou um repasse de R$ 7 milhões do caixa 2 da Odebrecht para o PRB na campanha de 2014, segundo depoimento que integra a delação da empreiteira na Lava Jato. Os recursos, entregues em dinheiro vivo, compraram apoio do partido então presidido por Pereira à campanha de reeleição de Dilma Rousseff, que tinha Michel Temer como vice. Para Temer, ministro tem que ter pré-requisito, e pelo visto, técnico é que não é. Alguém tem que avisar ao presidente que ele tem que formar é um ministério e não uma quadrilha.

TRUMP QUER AUMENTAR GRUPOS DE IMIGRANTES QUE SERÃO DEPORTADOS

O governo de Donald Trump planeja instruir agentes da imigração para expandir as categorias de imigrantes que são alvos de deportação, segundo esboços de dois memorandos vistos pela Reuters e relatados primeiramente pela organização McClatchy no sábado.
Duas fontes familiarizadas com os planos disseram à Reuters que os documentos foram aprovados pelo secretário de Segurança Interna, John Kelly, mas estão sob revisão final da Casa Branca. Eles devem ser divulgados à Polícia de Imigração e Alfândega (ICE, na sigla em inglês) e ao Escritório de Alfândegas e Proteção de Fronteiras (CBP) no início da próxima semana.
Sob estas ordens, centenas de milhares de pessoas podem enfrentar processos de remoção acelerados, incluindo aquelas que não eram priorizadas para deportação durante o governo do ex-presidente Barack Obama.

 

PERU CONFISCA R$ 191 MILHÕES DE EMPRESAS BRASILEIRAS ENVOLVIDAS NA LAVA-JATO

A Superintendência Nacional de Alfândegas e Administração Tributária do Peru (Sunat) ordenou embargo de cerca de 200 milhões de soles peruanos (US$ 62 milhões, ou R$ 191 milhões) contra oito empresas brasileiras presentes no país, todas, segundo investigações, envolvidas na Lava-Jato. As informações são do site de jornalismo investigativo peruano “Ojo Publico”. Só da Odebrecht foram confiscados US$ 46 milhões (R$ 142 milhões).
O confisco inclui contas bancárias, imóveis, veículos e contas correntes de terceiros e de funcionários dessas empresas no país. O embargo afeta também as companhias Queiroz Galvão e OAS, diz o site do jornal espanhol “El País”.
Segundo o Ojo Público, uma área de quatro mil hectares de uma sucursal da Odebrecht foi desapropriada em Olmos, no norte do Peru. O mesmo deve acontecer com um edifício de sete andares no qual funciona a sede da empresa no bairro de San Isidro, em Lima. O prédio está em nome de um fundo fiduciário da sucursal de um banco.
A ação foi tomada embora nenhuma das empresas tenha sido condenada pela Justiça peruana, e as empresas podem recorrer. Em nota ao “Ojo Público”, a Odebrecht Peru disse que reitera seu “compromisso e cooperação com as investigações em curso” e disse que segue com medidas para “prevenir, identificar e remediar qualquer ato inapropriado para uma relação ética e correta entre o setor público e privado”.

PROIBIÇÃO DE COBRANÇA DE BAGAGENS AINDA DEPENDE DE VOTAÇÃO NA CÂMARA

Apesar da tramitação de uma proposta no Congresso Nacional para impedir que as empresas aéreas cobrem por qualquer bagagem despachada pelos passageiros, o fim da franquia pode entrar em vigor a partir do dia 14 de março, conforme aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Isso porque a revogação da regra que permite a cobrança pelas malas ainda precisa ser votada na Câmara dos Deputados.
A Anac diz que a previsão é que a cobrança das bagagens entre em vigor no dia 14 de março. “É importante salientar que, para a decisão do Senado valer, é necessária a ratificação da decisão pela Câmara dos Deputados. Até que essa decisão seja votada, a Anac trabalha com a divulgação e esclarecimento das novas regras para entrada em vigor na data citada”, disse a agência.

CAIXA ECONÔMICA FUNCIONARÁ EM QUATRO SÁBADOS ATÉ JULHO

Ontem, depois de registrar 356 mil pessoas para tirar dúvidas sobre o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em todo o país, as agências da Caixa Econômica Federal voltam abrir suas portas novamente no sábado (14). Conforme calendário, as agências do banco abrirão em todo o país das 9h às 15h durante quatro sábados, sendo um por mês. Depois de dia 14 de março, as próximas datas serão 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.
Desde a divulgação do calendário de pagamento, no último dia 14, 1,4 milhão de trabalhadores interessados em obter informações sobre o saque de contas inativas do FGTS foram atendidos nas agências, de acordo com a Caixa Econômica.
Os trabalhadores também podem tirar dúvidas pelo telefone 0800 726 2017 e no site (www.caixa.gov.br/contasinativas) das contas inativas criado pela Caixa. Para ter acesso às opções da página, o trabalhador deve informar o número de inscrição do PIS e o CPF – Cadastro de Pessoas Físicas.

LÍDERES DE ASSOCIAÇÕES POLICIAIS DE PERNAMBUCO SÃO AFASTADOS DOS CARGOS

O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Angelo Gioia, afastou o presidente e o vice da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Albérisson Carlos e Nadelson Leite, de seus cargos na Polícia Militar. O afastamento, de 120 dias, foi motivado por cometimento de crimes militares e foi anunciado no Boletim Geral da pasta no sábado (18).
Conforme o texto da portaria, os dois cabos são acusados de “praticarem, em tese, fatos incompatíveis com a função pública, os quais afetam a ética, como também a honra pessoal e o decoro da classe”. Ainda segundo a portaria, o afastamento é renovável por mais 120 dias caso o Processo Administrativo Disciplinar Militar a que os cabos respondem não seja concluído nesse prazo.

GOVERNADOR DE PE SANCIONA REAJUSTE SALARIAL PARA POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES

O projeto que prevê aumentos entre 25% e 40% para policiais e bombeiros militares de Pernambuco foi sancionado ontem pelo governador Paulo Câmara. A publicação deve sair no Diário Oficial do Estado de hoje. Por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS), o governo também anunciou aumento da remuneração dos profissionais através do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES).
Além de propor correções nos salários nos meses de maio de 2017 e abril e dezembro de 2018, a lei nivela os salários dos militares com a Polícia Civil. De acordo com o governo do estado, o reajuste representa um acréscimo de R$ 303 milhões na folha de pagamento de 2017.

JUSTIÇA DETERMINA QUE SERVIDORES DO DETRAN-PE VOLTEM AO TRABALHO

Decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco manda que os servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) retornem, imediatamente, ao trabalho. A categoria entrou em greve no dia 13 deste mês. A ordem é do desembargador Eduardo Augusto de Paurá Peres e ainda estabelece uma multa diária de R$ 30 mil, em caso de descumprimento da decisão.
A determinação tem caráter de urgência e determina o retorno em até 24 horas. Segundo o sindicato dos servidores do órgão, a categoria deflagrou a greve que tinha sido decretada durante assembleia realizada no dia 8 de fevereiro.

PRESIDENTE DO SINDICATO AFIRMA QUE O ”DETRAN CONTINUARÁ EM GREVE”

O presidente do Sindicato dos Servidores (Sindetran-PE), Alexandre Bulhões, afirma que os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) vão continuar de braços cruzados. Fazendo pouco caso da multa diária de R$ 30 mil, estipulada pela Justiça, caso não retomem os trabalhos em 24 horas, ele garantiu que ninguém irá trabalhar hoje, conforme determinou a decisão judicial.
Alexandre Bulhões, disse também que hoje, o sindicato irá recorrer da decisão da justiça, que determinou que os servidores voltassem a trabalhar no prazo de 24 horas. Essa solene indiferença dos sindicatos com as multas dadas pela justiça é pelo simples fato que ninguém paga, já que toda vez que a greve é encerrada as multas são perdoadas no acordo. Se alguém souber de alguma categoria que tenha pago multa estipulada pela justiça de Pernambuco, me avise por favor, vai ser a maior novidade.